Restaurantes de hotéis. Um paradigma?

Tenho visitado vários hotéis. No ano passado, contabilizei mais de 80, o que dá uma média superior a um por semana. E em 98% dos casos, nas conversas com os gerentes gerais, um dos temas sempre abordado é o do restaurante. Como anda? Muitos passantes? As respostas sempre são mais desanimadoras do que positivas.

É claro, há cases de sucesso, como é o caso do Skye, do hotel Unique em São Paulo. Sob a batuta do chef Emmanuel Bassoleil, o ponto de venda está situado em local privilegiado: na cobertura e com vista para o skyline da avenida Paulista. Um outro restaurante é o do Cad’oro. Tradicional e bem frequentado. O Park Suites da Vila Olimpia tem um restaurante terceirizado e administrado pela rede Viena. Está sempre cheio.

Afinal, por que os restaurantes de hotéis, em sua grande maioria, não registram passantes e se restringem em atender apenas o café da manhã e o room service? Alguém arrisca uma resposta?

Anúncios

4 comentários

  1. Roberto Junqueira Jr.

    Creio que restaurantes de Hoteis não registram um significativo volume de passantes pelo “rótulo” de caro.

    Acho que cabe aos hoteleiros tentar mudar esse rótulo.

    Abraços.

  2. Patricia F. Melo

    Creio que o maior problema dos restaurantes de hotéis é a inibição que causam no público em geral. Quem está hospedado sozinho, fica inibido de freqüentar o restaurante e passar pelo crivo dos olhares das mesas vizinhas (principalmente as mulheres!!) e quem está acompanhado, prefere aproveitar as outras opções que a cidade oferece, até para conhecer. Quem é da cidade, dificilmente freqüenta restaurante de hotel. A nao ser é claro que tenha um excelente motivo, por exemplo, grandes chefs…creio que, se os restaurantes foram menos introspectivos com certeza podem atrair um público e melhorar o sorriso dos donos. Abraço.

  3. Ana Claudia Braga

    Oi Peter! Quando trabalhava com hotelaria e comentava no meu círculo de amigos em qual hotel eu havia jantado, todos ficavam surpresos e me achavam “chique” por isso! hehehe! Os restaurantes dos hotéis para os passantes, são sinônimo de preços altos, e curiosamente eles acreditam não serem bem atendidos pelo fato de não estarem hospedados. E eu, meu amigo, muitas vezes entrei em restaurantes de bons hotéis que os garçons estavam cochilando sem ninguem no salão. Não basta o restaurante ser bom. Bom também deve ser o trabalho de divulgação, não acha?! Ótimo dia pra v!!!

  4. Guilherme

    Trabalho em restaurante de hotel e o que tenho a dizer é que existe muito roubo por todos os lados!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: