O turista estrangeiro busca a essência do destino

Uma vez conversei com um turista holandês nos Lençóis Maranhenses. Estávamos viajando pelo rio Preguiças e paramos em Caburé, um ex-vilarejo de pescadores que atualmente possui meia-dúzia de pousadas e é muito procurado por turistas europeus – para ver a reportagem feita na ocasião, clique aqui.

Durante o almoço, perguntei o que ele mais gostava do Brasil. Viajante assíduo em nosso país, ele me respondeu: “gosto de ver e ficar em lugares que estão intocados. Onde o ser humano vive em condições reais e onde nada foi preparado para ficar bonitinho. E isso o Brasil tem de montão. Lugares fantásticos, que pretendo conhecer antes que mudem de aspecto”.

Os empresários do setor e as autoridades governamentais podem pesquisar e “preparar” os destinos de acordo com os desejos dos turistas. O país é grande o suficiente para satisfazer todos os gostos. Nossa vez chegará. O turismo brasileiro será conhecido pelos períodos AC e DC – antes e depois da Copa de 2014. Viva!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: