Tire o “S” da palavra crise

Durante a semana passada almoçei com o Gustavo, um dos três diretores da Hamam International, empresa brasileira especialista em implantações hoteleiras, que há um ano abriu filial em Dubai. Durante nossa conversa caímos no assunto da crise mundial. “Crise existe apenas para quem não possui criatividade, por isso nossa mensagem é para tirar a letra “s” da palavra, transformando-a em CRIE”, disse o executivo.

Concordo plenamente e tenho falado em meus discursos que as palavras crise e  oportunidade são parecidas no idioma chinês. Na verdade, os dois ideogramas se complementam. Crise para uns e oportunidade para outros. Depende da visão que temos. Para alguns é mais fácil jogar a toalha e mergulhar com a cabeça de avestruz num buraco. O Alexandre Zubaran em seu discurso no Prêmio Caio 2008 disse a mesma coisa: a oportunidade está atrás da crise. Basta dar a volta para poder vê-la.

A alta da dólar no país faz bem ao turismo e às exportações. Os preços ficam mais atrativos. De um lado os turistas brasileiros pensam duas vezes antes de sair do país rumo as miamis da vida, preferindo permanecer em terras nostras para passar o réveillon ou curtir as férias. Me refiro a classe média que sempre dança conforme a música. A classe alta não dá bola às questões e faz o que quer e mesmo sendo apenas uma fatia menor do mercado. De um outro lado, os turistas internacionais desejam conhecer destinos onde suas moedas estão mais valorizadas. Me diga onde é possível se hospedar num cinco estrelas com uma tarifa de US$ 150 ou ainda dugustar de uma alta gastronomia com menos de US$ 100 por casal?

Os governos do Brasil devem fazer o seguinte:

– Melhorar as estradas com plenitude;
– Reduzir impostos e taxas portuárias incentivando a diminuição dos preços das passagens aéreas;
– Investir numa malha ferroviária ligando destinos localizados no interior dos estados em direção às costas marítimas;
– Reduzir os impostos dos meios de hospedagens, das operadoras, agências e dos receptivos;
– Criar incentivos para os turistas viajarem;
– Contratar especialistas do turismo para ocupar cargos estratégicos nos ministérios, secretarias e outros orgãos ligados ao setor;
– Tratar o turismo como prioridade número 1;
– Eliminar de vez a burocracia para os investimentos internacionais e
– Banir a corrupção e fincar a bandeira patriota em seus corações

Todas as ações descritas acima resultarão em um Brasil que pode se tranformar no destino principal do turismo global. A crise nos dá o oportunidade para criar e trabalhar mais. Vamos à luta! Boa semana para todos!

Advertisements
  • Posted in: 1

2 comentários

  1. Muito boa a perspectiva do “Tire o S da crise”…. vai virar minha frase de incentivo para a “crise” que esta por vir no setor turístico no Brasil, caso esta crise realmente continue a alarmar todos os mercados…..

  2. Gustavo

    Peter

    tens razao em tudo que disse…e esperamos que o governo realize…nao somente fale….abcs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: