A hora da Revolução é agora, mexa-se!

Estou em mais um quarto de hotel, mas desta vez em uma nova cidade. Acabei de assistir o filme Zeitgeist indicado por minha filha, que enviou por e-mail o link da página de vídeos do Google, um click e pronto, duas horas de entretenimento!  A internet é fantástica! No more DVDs, just the web!

É impressionante ver tudo que eu venho pensando e analisando ao longo desses anos estar condensado neste documentário. As opiniões e intuições que compartilhei com os amigos e muitas das quais me fizerem ser rotulado de “louco”. Estou com uma sensação muito boa! Eu estava certo! Tem gente que tem as mesmas opiniões!

Lembro como se fosse ontem. Dia 11 de setembro de 2001, eu estava em plena implantação do ex-Meliá Confort Moema, hoje Quality Moema. Pela manhã, a notícia foi o destaque da rádio peão:
– Chefe, você viu o que aconteceu em Nova York? Atacaram as torres!, me disse assustado um colaborador.
Não dei muita bola e continuei a trabalhar. Na hora do almoço, fui a um flat vizinho e entre as mordidas no sanduíche e olhares à TV, vi imagens ao vivo do que havia acontecido. A cada minuto a cena  da colisão dos aviões era repetida.

Achei aquilo tudo muito estranho. Não me pareceu algo “natural”.

Ao longo da tarde mais informações íam chegando e depois a noite, durante o intervalo na faculdade, soltei ao professor de Filosofia:
– É tudo mentira! Não houve nenhum sequestro. A ação foi interna.
O mestre olhou pra mim desconfiado e seu olhar me disse o que pensava, o cara tá louco. Expliquei minhas razões e no final da conversa ele coçava a barba. Tudo bem, eu disse, não precisa aceitar, mas daqui há alguns meses você verá o motivo. Dito e feito, a guerra do Afganistão havia começado e em seguida a do Iraque.

Tive um tio-avô que dizia: o mundo é controlado por algumas famílias, tudo gira em torno do dinheiro, poder e manipulação das pessoas.

Mas, felizmente não é apenas esse aspecto do filme que concide com as minhas opiniões. Sim, o filme tem um final feliz, depende de nós e como somos seres inteligentes, podemos fazer a escolha certa e ela é muito simples e fácil. Basta amar! Um amor incondicional sem receita, escolha, julgamento e discriminação. Ative o chakra do seu coração e siga em frente, revolucione o modus operandi da sua vida. Um abraço e votos de boa semana! Fui!

Anúncios
  • Posted in: 1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: