O aprimoramento do mercado, acima de tudo!

Lembro bem quando resolvemos criar o Hôtelier News há seis anos. A ideia fundamental em poder divulgar notícias que resultem no aprimoramento da hotelaria e consequentemente do turismo também.

Publicar novidades e ações que façam os hoteleiros pensar e criar novas soluções baseadas em ações realizadas seja pelo mercado nacional ou internacional. Continuamos fazendo exatamente isso e digo mais: de maneira ética, sem matérias pagas, com apuração constante, resultando em credibilidade.

É verdade que a hotelaria lá dos EUA e da Europa caminha com a vantagem de algumas décadas, principalmente da América do Norte, pois não é de hoje que sabemos quem criou o marketing e o maneja tão bem. As novas marcas lançadas nos últimos cinco anos ainda não chegaram por aqui. Aloft, W, Hyatt’s Place entre outras não conseguiram galgar investidores ainda. Espero que em breve possamos ter o orgulho em divulgar a abertura de hotéis com conceitos e valores atuais.

Bom, voltando ao nosso assunto, em agosto de 2004, ou seja um pouco mais de um ano após termos lançado o Hôtelier News, resolvemos organizar nosso primeiro evento, o Hotel Internet Marketing, que foi realizado no dia 9 de setembro – para ler a matéria basta clicar aqui. Admitimos, agora, que talvez o momento não fosse aquele, pois convencer um hoteleiro independente a instalar um sistema de reserva online em seu site parecia ser coisa do outro mundo.

Pois bem, na sexta-feira da semana passada, decidimos organizar a segunda edição do evento e, é óbvio, com temas ainda mais atualizados. Consultamos alguns parceiros da tecnologia que concordaram com a ideia. Ao nos reunirmos com um deles, uma das principais empresas de tecnologia internetiana do país, ele me disse:
– acabei de sair de uma reunião onde me convidaram também para participar de um evento similar que será realizado no dia 7 de julho, falando sobre e-commerce.
– Não acredito, que concidência! Vamos unir os esforços e fazer um evento só? Assim ganhamos tempo e público? Sugeri.
No mesmo instante, o parceiro ligou para o mentor do outro evento e marcou uma reunião para dali a três horas para discutirmos a situação.

Quando cheguei ao encontro, fui apresentado a ele que depois de me ouvir, comentou:
– Puxa que pena! Se você tivesse me procurado há duas semanas, poderíamos ter feito algo juntos! O problema é que já conversei com o pessoal de um outro veículo de imprensa e acho que eles não vão querer partilhar o evento.
– Não tem nenhum problema, podemos compatilhar a divulgação e o que vocês já decidiram comercialmente continua valendo, não nos metemos no assunto, queremos apenas divulgar, respondi.
– Não sei, preciso conversar com eles, retrucou.
– O que é mais importante? O mercado ou o evento? Quem está acima de nós, veículos de imprensa, não é o mercado? Eu não me importo em divulgar o evento em conjunto com a outra mídia, pois o que me importa é aprimorar o mercado, só isso.
– O que você pretende ganhar com o evento? Me perguntou o jovem rapaz.
– O aprimoramento do mercado, apenas isso! Respondi.

Bom para resumir, ele ficou de conversar com o pessoal do outro veículo, que tem mais de três décadas de estrada mas, sem querer ofender, a mentalidade da idade média.
– Aposto que eles não vão topar, disse para a Solange quando saímos da reunião. Dito e feito. A postura egoísta se comprovou.

Agora, eu pergunto para vocês o que é mais importante: o aprimoramento do mercado está acima de tudo e de todos? O desenvolvimento de todos para o bem de todos? É impressionante como, mesmo estando no século 21, ainda existam senhores feudais que acham que estão ganhando não sei o que com ações tão mínimas e egoístas. Tenho orgulho em ser assim e agir ao contrário dessa vã filosofia. Durmo em paz todos os dias!

Aproveitando, desejo a todas as mães, especialmente à minha por ter me ensinado o verdadeiro valor da vida junto com meu pai: a honestidade, decência, ética e a busca do aprimoramento de todos! Fui, com desejos de um Dia das Mães com muito amor e alegria! Vivam felizes sempre mamães!

Advertisements

4 comentários

  1. Angelo Andriollo

    Bom dia Peter,
    Concordo com vc em tudo em: O aprimoramento do mercado…
    eu também tenho encontrado muitos senhores feudais no dia a dia.
    Seguindo o seu exemplo de coragem e empreededorismo, estou ¨Virando a própria mesa¨ como diz o Ricardo Semler, depois de anos trabalhando em vendas de uma empresa de eventos, vou começar a andar com minhas próprias pernas e vc é um dos responsáveis por isso, pois suas experiências relatadas em suas matérias me fizeram acordar e enxergar um futuro de desenvolvimento e aprimoramento que está ao meu alcance, pois com toda humildade:¨Eu sou minha principal ferramenta de trabalho¨
    Espero de alguma forma contribuir para o mercado de turismo e eventos juntamente com o Hôtelier News.

    Um grande abraço!

    Angelo Andriollo

    • blogdopeter

      Olá Angelo! Desejo sorte na tua nova empreitada! Você com certeza já está contribuindo! Um abraço e grato pelas palavras e comentário!

  2. Peter, é lamentável. O mercado sempre se importa em não ferir suscetibilidades em detrimento de objetivos maiores. Ninguém acredita mais em altruísmo, no prazer de ver o outro bem!!!
    Eu tenho um amigo que sempre me diz: “você é tola, vive reunindo pessoas que fecham negócios, criam projetos que geram lucro, e você, o que ganha com isso? O seu conhecimento tem que ter um preço!” Eu até concordo que em determinado momento você acabe lucrando financeiramente porque detém um conhecimento que outros não possuem. Mas, me diga, existe recompensa maior que você saber que fez parte, ainda que de forma tímida, de um projeto que criou oportunidades, desenvolveu pessoas, reuniu objetivos comuns? O coração fica feliz, menos infarte, no mínimo.
    Eu estou com você Peter: o importante é o mercado crescer, a minha empresa, a sua empresa, a empresa do concorrente, todos vão lucrar. Quem tem o pensamento tacanho do veículo que você mencionou, é inseguro, não confia no que conquistou em anos de trabalho. Mas cedo ou mais tarde o cliente vai notar esta insegurança e vai deixar de confiar no conteúdo.
    O Brasil precisa mais do que nunca investir no turismo principal ferramenta de desenvolvimento. É a renda mais pulverizada que existe: ganha o hotel cinco estrelas, o quiosque da praia, o vendedor de picolé, a dona da loja de souvenir.
    Desenvolver a tecnologia, a mão de obra é imprescindível.
    Um abraço
    Patricia

    • blogdopeter

      Legal Patricia, grato pelo comentário! Bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: