One, two, three… Em qual hotel posso ouvir Jazz?

Fui assistir (de novo) a Tito Martino Jazz Band (TMJB) na Livraria Cultura da avenida Paulista, o grupo se apresenta lá todas as terças das 12h30 às 13h30, nada mais gostoso do que ouvir uma música que levanta a alegria e a espiritualidade.

Tito é um excelente clarinetista e showman, além disso, foi o fundador da Tradicional Jazz Band e da saudosa casa Opus 2004, a primeira e única especializada em Jazz no Brasil por muitos anos. Nas vezes que “almoçei” sua música o teatro estava lotado.

Depois do show almoçamos (comida) juntos, a maior parte da banda e eu, e conversamos sobre como seria bom se a TMJB pudesse tocar em algum hotel. Afinal, hotéis e jazz sempre estiveram juntos na história. Vale lembrar que eles tocam no bar do Ca’d’oro nas noites das sextas-feiras, mas o antigo five star não faz nenhuma divulgação e a audiência é fraca.

Enumeramos alguns cinco estrelas de SP e chegamos a triste conclusão que não existem mais tantos empreendimentos assim que possam recebê-los. Onde estão os antigos bares que viviam cheios? Saudades do 150 Night Club do Maksoud, onde até Frank Sinatra cantou! Em apenas uma mão contamos o Upstairs Lounge do Grand Hyatt, o Havana Club do Renaissance, o…o…? Que mais? Mais nada?! O bar do InterContinental fica junto ao restaurante Tarsila… No Sheraton WTC o espaço do lobby bar é pequeno, assim como no Hilton e Sofitel, ou seja os cinco estrelas, exceto os dois primeiros dessa lista não tem um local de entretenimento que possa criar um clima showbariano. Talvez no Novotel Jaraguá, a ideia de um pacote tipo show no teatro e um jantar seja interessante, mas não é a mesma coisa.

O must é entrar no bar, sentir o clima, a atmosfera, poder unir o útil ao agradável, tomar a bebida preferida que ao longo do show vai auxiliando na ativação da sensibilidade musical, depois a música vai entrando n’alma, criando aquela sensação única, prazerosa e indescritível. Como dizia o Frank, o Zappa: music is the best! E o que é melhor do que unir a música ao hotel, depois do show no bar, seguir para o restaurante para deliciar uma gastronomia de primeira e depois terminar (ou começar) a noite em uma suíte primorosa ao lado de quem você tá a fim? Isso não tem preço! Isso é a essência da vida, aquilo que nos faz nos sentir vivos! Capisce? Fui, com votos de uma boa semana! Aho!

Em tempo! Vibramos lá na Redação acompanhando a escolha da minha segunda cidade preferida – a primeira é SP – para sediar as Olimpíadas de 2016! Parabéns Rio de Janeiro, maravilhosa! Que os governantes e a população entendam que esta é uma oportunidade de ouro! Transformar e melhorar um dos principais destinos do turismo mundial! Viva!

Anúncios

5 comentários

  1. sabao em po no porta malas e gamao valendo a melhor de cinco mais uma ou duas garrafinhas de uvas fermentadas… bem que eu gostaria de realizar mais vezes… bacci tanti !!

  2. Fernanda Martins

    Peter,
    Esse seu comentário me fez pensar bastante e realmente em São Paulo não consegui nenhuma referência mais ligada ao jazz que o Ca´d´Oro e infelizmente tenho que concordar com seus comentários a respeito da audiêcia.
    Mas em Curitiba, temos o Hotel Full Jazz que não sei como está hoje mas em minha ultima visita há uns três anos tinha um ambiente incrível e ganharia muito agregando apresentações de Jazz Bands por lá.
    O que você me diz?

    Um abraço,
    Fernanda

    • blogdopeter

      Olá Fernanda! Com certeza! Mas, como estou me referindo à Sampa, aí a coisa complica! O Full Jazz está de parabéns, você leu a matéria especial que fizemos no Hôtelier ? Bjs

  3. Olá Peter
    Realmente voce tem razão, o melhor é nao crescer e as vezes nao saber e nao ter, desta forma seriamos mais felizes.
    Veja como tenho, preciso e a busca nos aborrece, principalmente porque trabalhamos com serviço e serviço significa eficiencia e isto é dificial.
    Busco para meu pequeno Hotel .
    Um gestor Ambiental.
    Um Chefe de recepção, e nao de decepção.
    Quem sabe voce pode me ajudar .
    Convido voce e todos que te acompanham a visitarem o meu Blog .
    http://www.fozdomarinheiro.com.br/blog

  4. Jazz-Bar em hotéis paulistanos não consegui me lembrar…

    Mas acho interessante incluir outros Bares de hotéis memoráveis:

    – Skye (Bar e Restaurante do Hotel Unique)
    – Baretto (Hotel Fasano)
    – The View (Transamérica International Flat – Al. Santos)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: