O avatar do hoteleiro xamânico

Ontem assisti Avatar do mega diretor canadense James Cameron, que já nos propiciou películas como The Terminator (O Exterminador do Futuro), True Lies e Titanic. O filme está nos cinemas nas versões dubladas, legendadas e em 3D e já é a segunda maior bilheteria da história – está atrás de Titanic.

Para falar a verdade não estava a fim de ver o filme, mesmo que o Titio Marco Antonio da KISS FM twittou dizendo que Avatar é puro xamanismo. Mas depois que os integrantes do grupo Rosa Dourada, do qual pertenço, falaram a mesma coisa, aí sim fiquei a fim.

O filme é fantástico e nos liga no primeiro instante em que avistamos Pandora, o planeta onde vivem os Na’vi. A trama gira em torno dos seres terrestres (sim, nós mesmos, mas em 2157) que precisam colonizar o local em busca de energia. É, a nossa acabou… Coisa parecida que os colonizadores estão fazendo na Terra.

É óbvio que não vou contar mais nada sobre Avatar, afinal seria muito injusto com quem ainda não o assistiu. Apenas irei citar algumas questões xamânicas e depois quem for ver o filme, poderá se ligar, ou não, no assunto. Caso você não se ligue, não tem o menor problema, o seu momento ainda não chegou mas mesmo assim poderás curtir o surpreendente realismo das imagens gráficas – s e n s a c i o n a l.

Mas o que quer dizer avatar? Segundo o dicionário Priberam:
avatar
(francês avatar, descida, do sânscrito avatara, descida do céu para a terra de seres supraterrestres)

s. m.1. Rel. Na teogonia bramânica, cada uma das encarnações de um deus, especialmente de Vixnu, segunda pessoa da trindade bramânica. 2. Fig. Transformação que ocorre em algo ou alguém. = metamorfose, mutação 3. Inform. Ícone gráfico escolhido por um utilizador para o representar em determinados jogos e comunidades virtuais.

E xamanismo?
xamanismo (xamane + -ismo)

s. m.1. Religião com práticas de magia, evocações e culto da natureza, presente em alguns povos da Ásia central e setentrional. 2. Prática ou rito em que intervém um xamã. Xamã?

xamã
(inglês shaman)

s. 2 gén. Indivíduo que se considera ter poderes especiais, em geral mágicos, curativos ou divinatórios, especialmente em comunidades xamanistas. = xamane

Pelo que pude apreender em 2009, o xamanismo está ligado diretamente aos povos indígenas, principalmente do hemisfério norte da América – leia índios canadenses -, os mais antigos, no tempo que a raça ariana não havia nem sequer imaginado em chegar neste planeta. E como esses índios viviam? Em plena harmonia com a natureza, respeitando os animais, plantas e acima de tudo a mãe de todos, a Mãe Terra, que nos dá a energia e o alimento que precisamos.

Depois de alguns milhares de anos, o povo ariano chegou e bagunçou tudo. Para deixar claro, existem dois tipos de pessoas no planeta: uma que deseja preservar o planeta, não vive do consumo exagerado, respeita a todos e principalmente nosso planeta. O outro tipo só pensa no poder e na grana e está se lixando pro planeta. Plantas e animais não representam nada para ele. São apenas coisas banais.

A boa notícia é que em breve tudo mudará e voltaremos a viver como seres de energia planetária. O momento das sombras acabará e tudo será luz novamente!
Por isso, se você não sabe, aprenda a abraçar uma árvore e sentir a energia que vem da terra. Vá fazer um cruzeiro na Amazônia com a Iberostar e veja o que a floresta vai dizer para você!

E o que o hoteleiro tem a ver com o xamanismo? Oras, ele trabalha para receber pessoas que precisam de acolhimento, conforto e comida. Propicia trabalho e bem estar para seus colaboradores, capacita, felicita e aprende junto com eles. O hotel é uma verdadeira aldeia da paz e do amor, assim como o Turismo!

Uma super semana para você! Ah, dá uma lida no meu novo blog, o http://www.bocasampa.com que trata da gastronomia histótica! Fui! Aho!

Advertisements
  • Posted in: 1

2 comentários

  1. Sem dúvida, Peter, as pessoas estão precisando resgatar a conexão com a mãe Terra e para isso é preciso viajar para um lugar que deixaram há muito tempo: o interior de suas almas. É incrível como nossa raça evouluiu (??) a ponto de perder a essência. Sei que é clichê, mas é real: ‘O que é essencial é invisível aos olhos.”
    Questões filosóficas à parte, o que me motivou a escrever foi a conexão feita entre Avatar, xamanísmo e os índios, o que me remeteu a um post que li recentemente num blog de publicidade (Brainstorm#9, que aliás, eu recomendo), que faz uma conexão muito mais ousada: Avatar e Pocahontas. Como você já viu o filme, não terá problemas em ler o post que de uma forma resumida, conta toda a história dos dois filmes! Segue o link:
    http://www.brainstorm9.com.br/2010/01/05/avatar-vs-pocahontas/
    Parabéns pelo blog, e obrigado por compartilhar seus pensamentos.

    Atenciosamente,

    Andy

    • blogdopeter

      Olá Anderson! Eu tb agradeço pelo comentário e por expor suas ideias que pelo visto batem com as minhas! Vou ler o post assim que possível e te aviso!
      Estamos, creio, no caminho e deveremos em breve retomar nossos principios básicos! Forte abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: