Tô c’uma preguiça danada, e daí? Isso é muito bom!

Hoje acordei como há muito tempo não acordava, com aquela preguiça e com um sentimento feliz por ser domingo. Deve ser reflexo das férias, que começaram no dia 15, a ficha deve ter caído, devo estar me desintoxicando das tarefas diárias, da leitura dinâmica de centenas de e-mails, do acompanhamento das notícias e de outros afazeres do trabalho, não que eu não goste do que faça, ao contrário, adoro! Mas, às vezes é bom dar um tempo, deixar relaxar. Ainda não consegui largar o celular ou verificar diariamente os e-mails, parece que o vírus internetiano já está dentro de mim. Não consigo largar… Será um vício? Ou será a pressão de uma condição imposta durante a infância/adolescência sobre as questões em não ser inútil, ter que estudar, ralar, não fica à toa, ser alguém na vida, etc, etc, etc…?

Por isso caro leitor, hoje vou tirar uma folga! Talvez no domingo que vem eu volte… Enquanto isso, desejo muita saúde e paz para você. Para não passar em branco, deixo uma letra de uma canção legal que tem a ver com o Nordeste, onde estou passando as férias, veja se descobre qual é! Deixo também um link para o vídeo. Fui, aho!

Hoje, eu não quero ver o sol vou prá noite, tudo vai rolar
O meu coração é só um desejo de prazer
Não quer flor, não quer saber de espinho
Mas se você quiser tudo pode acontecer no caminho
Mas se você quiser sou pedra, flor, espinho

Automóveis piscam os seus faróis
Sexo nas esquinas, violentas paixões
Não me diga não, não me diga o que fazer
Não me fale, não me fale de você (Fale de você, fale de você)
Mas se você quiser, eu bebo o seu vinho
Mas se você quiser sou pedra, flor e espinho

Eu quero te ter
Não me venha falar de medo
Não me diga não
Olhos negros, olhos negros

Eu quero ver você
Ser o seu maior brinquedo
Te satisfazer
Olhos negros, olhos negros

Olhos que procuram em silêncio
Ver nas coisas, cores irreais
O seu instinto, é o meu desejo mais puro
Esse seu ar obscuro
Meu objeto de prazer
Mas se você quiser, eu bebo o seu vinho
Mas se você quiser sou pedra, flor, espinho

Eu quero te ter
Não me venha falar de medo
Não de me diga não
Olhos negros, olhos negros
Eu quero ver você
Ser o seu maior brinquedo
Te satisfazer
Olhos negros, olhos negros

Pedra, Flor, Espinho
Frejat / Fernando Magalhães / Dulce Quental

Advertisements
  • Posted in: 1

2 comentários

  1. Sheee

    Excelente férias! Ser hoteleiro é dificil, e desligar deste mundo é uma façanha, mas não é impossível e nem pode ser, para o nosso próprio bem! Enjoy! Beijos!!

  2. Tatiana Nakamura Torres

    Curta muuuuito suas férias! Mais do que merecidas certamente!
    Afinal, hoteleiro também merece um descanso de vez em quando, né???
    Leve a família para tomar um Nespresso comigo e com a Grazi!
    Aproveite!
    Abraços
    Tati

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: